MORTE ENCEFÁLICA

 

Avaliação inicial

Contra-indicações

Exame neurológico

Morte encefálica confirmada

 

 

 

 

 

Psicologia

 

 

Psicologia

Fisioterapia

 

Fisioterapia

Nutrição

 

Nutrição

Central de captação

 

Central de captação

Médica

 

Médica

 

 

Voltar ao Menu

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Central de captação - Inicial

a- Verifica registro da suspeita de morte encefálica em prontuário + formulário próprio disponível na secretaria da UTI

b- Verifica história clínica do potencial doador

c- Verifica junto à equipe multiprofissional situação familiar quanto a situação clínica do potencial doador

d- Comunica-se com o médico titular do potencial doador

e- Colhe sorologias (rotina já estabelecida com banco de sangue)

f- Monitora término do protocolo de verificação de morte encefálica

.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Central de captação - ME Confirmada

a- Realiza notificação compulsória do caso de morte encefálica à Central de Transplantes da SES

b- Verifica junto ao médico titular e equipe multiprofissional da UTI a ciência da família quanto ao diagnóstico realizado

 c- Programa abordagem familiar para possibilidade de doação de órgãos e tecidos

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Fisioterapia.

Na suspeita de morte encefálica, a conduta da fisioterapia é:
Manter IOT e V mecânica
Manter Peep 5 cm H2O
Manter ventilação com PC visando normoventilação( PCO2 entre 35/45)
Manter higiene brônquica
Posicionamento adequado( sugerimos cabeceira elevada 30)
Normoventilar

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

 

Nutrição - Avaliação Inicial.

Elaboração da conduta nutricional de acordo com a prescrição médica. Recomenda-se início da terapia nutricional no período inferior a 72 horas, preferencialmente em até 48 horas da admissão no CTIA.

 

Monitorar a conduta nutricional  e o estado nutricional.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Nutrição - Morte encefálica confirmada.

Comunicar a nutrição.

Doador ou não: Manter terapia nutricional e acompanhamento.

A interrupção da terapia nutricional só poderá ser indicada se comum acordo entre médico e família do paciente.

 

Obs: Jejum > 48h limita a doação do pâncreas

 

Nutrição – Referência.

O Código de Ética Médica em seu capítulo V “Relações com pacientes e familiares” diz: “É vedado ao médico.... Art. 57- Deixar de utilizar todos os meios disponíveis de diagnóstico e tratamento a seu alcance em favor do paciente. E Art. 66 – Utilizar, em qualquer caso,  meios destinados a abreviar a vida do paciente, ainda que a pedido deste ou de seu responsável legal.”

 

Parecer do Conselho Federal de Medicina, sobre morte (parecer CFM No. 27/90 aprovado em 14/07/90) que “Reafirma a jurisprudência sobre morte encefálica e remete a decisão de manutenção ou suspensão do suporte artificial da vida a família do paciente juntamente com seu médico”.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Psicologia - Inicial

a-     Discutir o caso com equipe multiprofissional responsável;

b-     Avaliação do risco psicológico familiar. (realizada através de entrevista com os familiares em grupo ou individualmente, com o objetivo de avaliar a dinâmica familiar em relação ao paciente, detectar as condições familiares para enfrentamento de situações de perda/luto e verificar as necessidades do grupo familiar);

c-      Discussão de caso com médico titular e equipe multiprofissional responsável;

d-     Existindo a necessidade familiar para orientações e suporte psicológico e após a autorização do médico titular, a psicologia poderá seguir em acompanhamento.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

 

Psicologia - ME Confirmada

a-     Participação na reunião realizada pela equipe multiprofissional da UTI:

-         Auxílio na preparação da reunião: identificar o familiar interlocutor entre equipe e família; antecipar conteúdos relevantes para a equipe;

-         Definir com equipe multiprofissional as estratégias de comunicação adequadas para cada família;

-         Colocar-se como facilitador do processo de elaboração do luto familiar;

-         Permitir a explicitação da experiência entre os profissionais, após a reunião.

 

b-     Avaliar e encaminhar as necessidades familiares.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

 

Médico Inicial                                                             -  Voltar ao topo.

Avaliação do Paciente com Suspeita de Morte Encefálica.

Todo paciente em morte encefálica é considerado potencial doador

Existem situações que impossibilitam o diagnóstico de morte cerebral, portanto devem ser revertidas antes de qualquer procedimento diagnóstico de morte cerebral:

 

As seguintes condições comprometem o diagnóstico de morte encefálica:

Conforme a legislação brasileira, o diagnóstico de morte cerebral em potencial doador de orgãos deve seguir rigorosamente o protocolo de diagnóstico descrito abaixo:

-   ausência de perfusão sanguinea cerebral (Angiografia Cerebral, Cintilografia Radioisotópica, Doppler Transcraniano ou Tomografia Computadorizada com Xênonio) ou

-         ausência de atividade elétrica cerebral (Eletroencefalograma) ou

-         ausência de atividade metabólica cerebral (Tomografia por Emissão de Pósitrons).

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

 

 

 

 

 

Contra-Indicações.

As seguintes condições contra-indicam a doação de orgãos:

 

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Exame neurológico.

 

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

 

Médico – M.E. Confirmada.

Obs: Essa notificação é compulsória, independente do desejo familiar de doação ou da condição clínica do potencial doador de converter-se em doador efetivo.

Voltar ao topo..

. c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

c.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.